menu

FOCALIZAÇÃO LEAN

Corrijam-me se estiver errado. A maioria dos projectos lean resultam em iniciativas isoladas de eliminação de desperdícios (que alguns chamam de “eventos kaizen”). O principal critério de selecção do evento é a redução/eliminação do muda, ou seja, quanto maior a sua redução maior o potencial do evento e mais elevada a sua prioridade. Esta abordagem fomenta a maximização local, ignorando o todo e comprometendo a estratégia lean na empresa.

Para melhor explicar esta ideia considere este caso: “O lean sensei da Teixeira da Cunha SA levou a cabo um projecto SMED numa dada área de produção tendo reportado uma redução superior a 60% do tempo de setup. Acontece que a área onde o projecto SMED ocorreu não é tida como um estrangulamento na fábrica e deste modo o impacto no desempenho global da empresa foi nulo”. Esta história é ficcionada apenas para não apontar os inúmeros casos de empresas que embarcam em “safaris de melhoria contínua” sem antes avaliarem o impacto no desempenho global da empresa. Fazer por fazer, mesmo que isso resulte em melhorias locais, não representa valor, mas sim desperdício.

A focalização no que é realmente importante, olhando o todo e não as partes, é algo que a moderna estratégia lean management deve incorporar. Deste modo, os ensinamentos da Teoria das Restrições (ToC), são hoje fundamentais na liderança lean.

Voltando às origens do “pensar magro” encontro uma das citações mais importantes de Taiichi Ohno: “All we are doing is looking at the time line, from the moment the customer gives us an order to the point when we collect the cash. And we are reducing the time line by reducing the non-value adding wastes”. Pondo isto de forma simples (lean) toda e qualquer iniciativa kai-zen que não contribua para a redução do lead time é desperdício (mesmo que aos olhos de quem a executa resulte em ganhos “locais”). Só os projectos que resultem na redução do tempo total é que terão impacto financeiro positivo no negócio.

Focalizar é, pois, uma necessidade na moderna estratégia lean para que não desperdice recursos na melhoria contínua de algo que não vá ao encontro do “Objectivo” da sua Empresa.

A focalização é um dos temas do primeiro módulo da PG Lean Management que em breve se iniciará no Porto.
Pense lean, seja ágil.

Joao Paulo Pinto
Experienced Lean Six Sigma Manager
(CEO CLT Services)
 
25 Jan, 2017
2016 © CLT Services   |   Resolução de conflitos de consumo   |   Developed by Inovlancer 2016 © CLT Services
Resolução de conflitos de consumo
Developed by Inovlancer
DGERT
close
Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a uma Entidade de Resolução Alternativa de Litígios de consumo:

CICAP – Tribunal Arbitral de Consumo
Rua Damião de Góis, 31, Loja 6, 4050-225, Porto
+351 22 550 83 49 / +351 22 502 97 91
cicap@cicap.pt
Mais informações em Portal do Consumidor www.consumidor.pt