menu

Princípios Lean Thinking aplicados à Manutenção

Tendo presente os princípios específicos da função manutenção, como o just in case, produção sem desperdício e a recolha e analise de dados, os princípios Lean Thinking fazem todo o sentido quando aplicados à gestão da manutenção. Ora vejamos:

Conhecer o cliente – Quem é o cliente da manutenção? Só conhecendo quem se serve é possível definir valor e trabalhar no sentido da sua criação e entrega. Neste caso, serão a Produção, Operações, a generalidade dos colaboradores do Gemba e o cliente externo, eventualmente.

Definir valor – Que valor espera receber o cliente da manutenção? Zero avarias, zero acidentes, zero paragens, redução de tempos não produtivos, redução de custos e aumento sustentado de eficiência nas operações. Espera-se ainda que a manutenção, apoie o desenvolvimento de novos equipamentos e processos.

Analisar a Cadeia de Valor – Quais as etapas envolvidas na criação de valor que a manutenção entrega aos seus clientes? Observando os processos de planeamento e controlo das operações de manutenção bem como todas as atividades diretas e de suporte é possível identificar a cadeia de valor, e nela identificar o que contribui com valor ou com desperdício.

Otimizar fluxos – De materiais, de informação e de pessoas de forma a acelerar os processos de criação de valor.

Aplicar a lógica do pull – Aplicar à gestão de materiais e peças de reserva e à gestão de fornecedores. Pode ainda ser aplicado na melhoria da comunicação e integração da função manutenção com as demais funções da empresa.

Procurar a perfeição – Estimular nos colaboradores da manutenção a constante necessidade de melhorar o desempenho adotando princípios kai-zen.
Inovar sempre – Nas praticas de gestão dos equipamentos, colaborar com outras funções na empresa, para identificar oportunidades de melhoria nos processos, produtos e serviços.
 
In "Manutenção Lean" João Paulo Pinto (CLT)
31 Mar, 2016
2016 © CLT Services   |   Resolução de conflitos de consumo   |   Developed by Inovlancer 2016 © CLT Services
Resolução de conflitos de consumo
Developed by Inovlancer
DGERT
close
Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a uma Entidade de Resolução Alternativa de Litígios de consumo:

CICAP – Tribunal Arbitral de Consumo
Rua Damião de Góis, 31, Loja 6, 4050-225, Porto
+351 22 550 83 49 / +351 22 502 97 91
cicap@cicap.pt
Mais informações em Portal do Consumidor www.consumidor.pt