menu

TPM

A TPM (total productive maintenance, ou manutenção produtiva total) foi, sem grandes dúvidas, o berço de muitas ferramentas e métodos de melhoria contínua. O conceito de "manutenção produtiva" foi desenvolvido nos EUA nos anos 1940's e tinha como ponto de partida uma atitude proactiva perante a manutenção do equipamento aeronáutico (e militar). Ou seja, em vez de seguir o ciclo "avaria - repara- avaria - repara ...", a manutenção produtiva sendo proactiva interrompe o ciclo tradicional e questiona o por quê da avaria e evita a sua recorrência. É esta capacidade de interromper o ciclo tradicional que faz com que esta manutenção seja produtiva (não porque faça peças mas porque melhora o equipamento)!

A TPM desenvolvida no Japão duas a três décadas mais tarde mantém o princípio da proactividade e em vez de atribuir esta responsabilidade apenas à função (departamento) manutenção faz com que todos (Total PM) na empresa se responsabilizem pelos seus equipamentos e contribuam para a melhoria dos mesmos.

Genial, certo? Mas a TPM é bem mais que isto... Como abordagem à Manutenção foi (é) fundamental para suportar a produção Just In Time (JIT). Não é possível produzir mesmo a tempo com máquinas avariadas, como não é possível produzir apenas o que é necessário com máquinas incapazes de produzir peças sem defeitos...

Mais, a TPM foi o berço de muitas das ferramentas e métodos de melhoria contínua que hoje conhecemos e atribuímos ao lean manufacturing, além disso foi o tubo de ensaio de indicadores-chave de desempenho como a OEE (overall equipment efficiency).

Durante algum tempo, em especial nas últimas duas décadas, a TPM foi um pouco esquecida mas a crise tem coisas boas e fazem-nos voltar à origem e perceber que a manutenção não é um gerador de custo mas sim de valor. A nova TPM (total process management) resulta da combinação da TPM dos anos 1970s com a RCM (reliability centred maintenance, manutenção centrada na fiabilidade), a consideração das actividades de back-office e o desenvolvimento de pessoas.

O Curso de TPM (modalidade elearning) está estruturado de modo a transmitir aos formandos os conceitos e as ferramentas fundamentais de TPM, incluindo templates e inidicadores-chave de desempenho. Além dos materiais pedagógicos, será entregue a cada participante um exemplar do booklet "TPM Manual".

O lema do TPM é simples: "do meu equipamento cuido eu" porque o sucesso da minha actividade depende em muito dos equipamentos que uso (carro, computador, telemóvel, impressora, agrafador, etc.).

Pense lean, seja ágil.


João Paulo Pinto (https://www.linkedin.com/pulse/tpm-joao-paulo-pinto-phd-msc-eng-)
20 Fev, 2017
2016 © CLT Services   |   Resolução de conflitos de consumo   |   Developed by Inovlancer 2016 © CLT Services
Resolução de conflitos de consumo
Developed by Inovlancer
DGERT
close
Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a uma Entidade de Resolução Alternativa de Litígios de consumo:

CICAP – Tribunal Arbitral de Consumo
Rua Damião de Góis, 31, Loja 6, 4050-225, Porto
+351 22 550 83 49 / +351 22 502 97 91
cicap@cicap.pt
Mais informações em Portal do Consumidor www.consumidor.pt